Jogando seus jogos no Windows 11: O que há de novo e de melhor?

A Microsoft introduziu o Windows 11 com várias funcionalidades para ajudar as pessoas a extrair mais do Windows, mas a experiência de jogos do Windows recebeu algumas das atualizações muito importantes. Dentre as atualizações, o Modo Jogo no Windows já viu algumas mudanças boas. E então também mostraram o Auto HDR, seguido pelo DirectAccess, permitindo que a placa de vídeo acesse os dados diretamente dos SSDs. Sem dúvidas, a Microsoft está facilitando o modo como jogamos nossos jogos, mas, seja você uma pessoa antenada no mundo dos jogos, ou simplesmente quer saber o que vem de novo por aí, aqui está tudo o que você precisa saber.

Auto HDR

O HDR pode entregar imagens com muito impacto, mas também pode ser um incômodo para qualquer um que usa o Windows. Então, por que a Microsoft decidiu incluir o HDR no Windows 11? A resposta está na natureza do próprio sistema operacional em si. A visão humana não é uma coisa estática, e está em constante mudança. Essas mudanças são, é claro, incrivelmente sutis, até mesmo para as pessoas com a visão perfeita. Mas, ao expor imagens de diferentes intensidades de iluminação, o olho muda rapidamente a forma como interpreta as imagens em sua tela. Isso é conhecido como Auto-HDR. O Auto-HDR torna possível para o Windows, responder às mudanças nos níveis de luz no seu ambiente, e, portanto, faz com que as imagens sejam mais suaves para que seus olhos as processem de uma forma muito melhor.

O Windows 11 detectará os monitores que suportam o HDR automaticamente e melhorará a qualidade dos jogos e de streaming de acordo. Ele terá o potencial de fazer até mesmo jogos mais velhos terem um visual renovado, como tem sido visto muitas vezes nas versões remasterizadas de jogos, que estão sempre sendo lançadas.

Armazenamento direto

Até o momento, os jogos precisam passar pela CPU sempre que precisassem carregar qualquer coisa. Essa restrição acontecia a um nível físico, já que o armazenamento só ficava disponível através do IDE ou estava armazenado externamente. O NVMe veio para mudar isso. Esses tipos de SSDs podem ser ligados diretamente à placa mãe do computador e possuem trilhas que permitem que a GPU se conecte a ela diretamente para carregar e descarregar dados diretamente do armazenamento das peças.

A Microsoft liberou APIs que oferecem um sistema no estilo do DX12 de padrões de chamada de submission/completion e descompressão de GPU que permitem um carregamento e streaming muito mais rápidos, além de otimização de montes de dados que liberam o potencial completo do DirectStorage. Se um desenvolvedor de jogos tiver implementado esse API, o resto pode ser feito automaticamente pelo código do Windows.

Modo de Jogo e Aplicativo Xbox

O Modo Jogo te dá um único lugar para administrar suas configurações de jogos, mas a mudança mais importante é a redução do tempo para notificações de jogos no Windows. A Microsoft também atualizou o Xbox One com o Xbox App, então agora você pode ver listas de jogos atualizadas, navegar por conquistas de jogos, organizar vídeos de jogos e conferir os detalhes dos jogos. Não ficou apenas mais fácil de descobrir jogos diferentes, os novos lançamentos também são listados bem no início. Junto com isso, a parceria com a EA games também abre o acesso à ainda mais jogos.

Xbox Game Pass e Jogos em Nuvem

O Game Pass, junto com a integração em Nuvem, é uma das melhores coisas que já aconteceu aos jogos de PC. Ao invés de comprar vários jogos e acabar acumulando custos e uma grande quantia de dinheiro. Desde que sua assinatura esteja ativa, você terá uma chance de jogar vários jogos gratuitamente no dia do lançamento, além de continuar descobrindo novos jogos, o que poderia não ser possível. 

Chegamos agora ao Xbox Cloud Gaming, onde você poderá jogar jogos de última geração sem precisar de um computador caríssimo. Por enquanto, a integração com a nuvem ainda está sendo testada, mas deverá ser um lançamento de peso na época de natal. O Cloud Gaming estará disponível para o PC de quem estiver inscrito no Xbox Pass Ultimate e, no momento, também é necessário possuir um aparelho Xbox.

Jogos de Android

O Windows 11 suportará aplicativos de Android da Amazon ou qualquer outro serviço que quiser habilitá-los para uso no Windows. E isso é incrível. Tendo em mente que existem muitos aplicativos que estão disponíveis apenas para Android, mas que muitas pessoas gostariam de poder usá-los e acessá-los pelo PC. Isso também vale para jogos, especialmente porque o Windows 11 vai continuar com o seu suporte para o controle de Xbox; jogar os jogos deverá ser muito fácil.

Dito isto, jogar jogos de Android no Windows não é uma novidade em si. Programas como o BlueStacks já existem há um bom tempo, e permitem que qualquer pessoa use sua conta Google para ter uma experiência semelhante no Windows, através de um emulador do sistema Android.

Apesar de sabermos que o Windows rodará os aplicativos de Android, ainda resta saber se a conta da Google também será usada. Talvez seja melhor usar um emulador já conhecido do que usar a opção que será oferecida no Windows. E o BlueStacks não é apenas um emulador. Ele oferece suporte para teclado e controles, macros para tarefas que envolvem dois ou três movimentos e precisam ser feitos muitas vezes, sincronização de multi-instâncias para replicar seus movimentos em jogos de estratégia além de ter suporte para altas taxas de quadros por segundo.

Junto à estes, você também terá uma customização baseada em cada jogo que for jogar, com opções de rodar vários jogos ao mesmo tempo. Isso significa que, se você tiver um PC gamer, você poderá usar todo o potencial dele para jogar seus jogos de celular.

Uma das melhores partes de jogar em um computador com o Windows é que a experiência de jogar com o Windows 11 será muito melhor. As melhorias estruturais, especialmente com o DirectStorage, estão falando por si só e, conforme mais jogos implementem essas melhorias, as diferenças serão ainda mais perceptíveis.

Sair da versão mobile