Download e Instalação do Windows 11 – Como consertar o erro “O seu PC não atende aos requisitos mínimos de hardware para o Windows 11”

Uma reclamação comum sobre o Windows 11, durante esse período de prévias e testes, é algo que não tem ligação direta ao sistema operacional em si, mas sim ao fato de que vários usuários não conseguem acessá-lo. Se você é uma das várias pessoas que queria testar o Windows 11 pelo Programa Windows Insider, mas acabou se deparando com  o temível erro “o seu computador não atende aos requisitos mínimos de hardware para o Windows 11”, esse guia foi feito para você.

Erro na hora de tentar atualizar para o Windows 11

Para acessar uma versão de prévia e teste do novo sistema operacional da Microsoft, os usuários devem registar a sua conta no Programa Windows Insider. Explicamos em mais detalhes o processo inteiro em nosso guia de instalação do Windows 11, que você pode conferir se quiser saber mais. 

Resumidamente, assim que o usuário estiver registrado no Programa Insider, eles poderão baixar e acessar uma versão de prévia e testes do Windows 11, que pode variar dependendo das especificações do computador e de outros fatores relacionados. Contudo, alguns usuários se depararam com um erro específico enquanto tentavam fazer a atualização, que é um dos resultados de conferir a elegibilidade do seu computador atual. 

Esse erro, em questão, diz que “o seu computador não atende aos requerimentos mínimos de hardware para o Windows 11”, e pode acontecer com qualquer um, mesmo aqueles com computadores gamers de última geração e alto desempenho, com o hardware no topo da cadeia alimentar dos computadores. E, a verdade é que esse erro não tem muito a ver com as especificações do seu computador, apesar de certamente sugerir que algumas das tecnologias exigidas estão desabilidades, e isso precisa ser corrigido para ser possível fazer a atualização para o Windows 11.

Como solucionar o erro: “O seu computador não atende os requisitos mínimos de hardware para o Windows 11”

Conforme mencionamos, o problema pode estar relacionado a várias coisas diferentes, e, infelizmente, o sistema de atualização da Microsoft, ao invés de explicar a verdadeira causa por trás do erro, entrega aos usuários uma mensagem genérica de erro. 

Por sorte, existe um aplicativo gratuito que se chama WhyNotWin11, que pode ser baixado gratuitamente na sua página do GitHub. O objetivo desse pequeno aplicativo é escanear rapidamente o seu hardware e software e apontar precisamente o elemento que está bloqueando a sua atualização do Windows 11. O aplicativo escaneia vários aspectos da sua máquina, incluindo o seguinte:

  • Arquitetura:  confere se o seu sistema operacional e CPU são 64 bits, ambos necessários para a atualização do Windows 11. Se o seu sistema operacional for 32 bits, você precisa formatar o computador e instalar o Windows 64 bits. Por outro lado, se o seu CPU for 32 bits, você precisará trocá-lo para um processador melhor, antes de prosseguir.
  • Método de Inicialização:  O Windows 11 exige o método de inicialização UEFI. Se o seu resultado disser “Legacy”, você pode precisar resolver essa questão através da BIOS do seu computador.
  • Compatibilidade com CPU:  o Windows forneceu  uma longa lista de CPUs compatíveis. Se a sua unidade não estiver listada ali, você não conseguirá fazer a atualização para o Windows 11.
  • Contagem de Núcleos de CPU: O Windows exige uma CPU com pelo menos dois núcleos para rodar. 
  • Taxa de Frequência da CPU: O Windows 11 exige uma frequência mínima operacional de 1Ghz em cada núcleo de CPU.
  • DirectX + WDDM2: Para atualizar, a sua placa de vídeo deve ser compatível com o Directx 12 e com o Windows Display Driver Modelo 2.0.
  • Tipo de Partição de Disco: Para instalar o Windows 11, o seu sistema deve estar instalado em um disco formatado em partição GPT.
  • Memória RAM instalada: O Windows 11 exige um mínimo de 4Gb de RAM para rodar.
  • Inicialização Segura: O Windows 11 exige uma placa mãe capaz de carregar com Inicialização Segura. Essa incompatibilidade pode ser consertada pela BIOS ou pode ser necessário adquirir uma placa mãe mais nova.
  • Espaço de armazenamento Disponível: O Windows 11 exige um mínimo de espaço de armazenamento de 64Gb, apesar que essa exigência possa ser um pouco maior, dependendo de como as atualizações automáticas estão configuradas.
  • Versão de TPM: O Windows 11, assim como o Windows 10, atualmente, exige o TPM 2.0 para ser instalado.

De todos os aspectos, o culpado mais comum de incompatibilidade nas máquinas modernas é a versão do TPM, que é uma tecnologia da placa mãe que deve ser habilitada para ser possível a atualização para o Windows 11. 

Como habilitar o TPM 2.0 para o Windows 11

TPM é uma sigla que significa Trusted Platform Module (ou Módulo de Plataforma Confiável) e, resumidamente, é uma  funcionalidade de segurança que criptografa e protege o seu hardware através do uso de chaves criptográficas. Essa proteção pode fazer coisas desde exigir códigos para inicialização do seu PC, acesso a drivers, ou até mesmo autenticar e usar alguns aplicativos determinados. O Windows faz amplo uso dessa funcionalidade de autenticação em todos os seus computadores, ao ponto de que, desde 2016, o Windows 10 começou a exigir o TPM 2.0 para ser instalado. Semelhante a isso, o Windows 11 possui o mesmo requerimento, e esse é o motivo mais comum pelo qual o seu computador aparece como não atendendo aos requisitos de hardware para atualizar para o novo sistema operacional.

Por sorte, desde que sua placa mãe tenha suporte para o TPM 2.0, ativar essa funcionalidade é muito simples, apesar de ser necessário ir até a BIOS para fazê-lo. Para habilitar o TPM 2.0, basta seguis esses passos simples.

  1. Inicialize o computador na tela de BIOS da placa mãe. Esse método é essencialmente o mesmo para todas as placas mães, que consiste em apertar uma tecla específica antes que o Windows carregue, apesar de que a tecla específica varia de placa para placa.
  2. Assim que estiver na BIOS, carregue as “Configurações Avançadas” (Advanced Settings”) e então vá até a seção de “Segurança” (Security).
  3. Nessa seção, você deve encontrar uma configuração marcada como “TPM”, apesar que o nome exato pode variar. Procure por algo que diga “TPM”, “Intel Platform Trust Technoloty (IPTT)”, ou “AMD CPU fTMP”, e defina para LIGADO (ENABLED).
  4. Salve as alterações e reinicie.

Após reiniciar o seu PC e carregar o Windows, tente conferir a sua compatibilidade com o Windows 11 novamente. Se tiver feito corretamente, agora você deve conseguir acessar a versão de prévias e teste adequada para o seu hardware através do Programa Windows Insider. 

Se nunca tiver acessado a versão de prévia do Windows 11, e estiver pensando em atualizar para o novo Sistema Operacional quando ele for lançado no dia 5 de outubro, existe uma chance de que você se deparará com esse erro irritante. Por sorte, com o aplicativo WhyNotWin11 e um pouco de conhecimento, você conseguirá identificar a causa e, esperamos que consiga resolver essa questão em poucos minutos.

Sair da versão mobile